Texto publicado originalmente no site do Senado Federal em 22/11/2010

VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência

A moda vai invadir o Salão Negro do Congresso Nacional no dia 7 de dezembro.  Serão mais de 20 looks na passarela para mostrar que há um mercado ainda pouquíssimo explorado no Brasil: as mais de 25 milhões de pessoas com deficiência. A diferença está nos detalhes das peças: fechos com velcro, zíper em locais acessíveis e bordados em braile, entre outros. O evento, inédito em Brasília, faz parte da VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência, que será realizada entre os dias 7 e 9 de dezembro, no Senado Federal.
A ideia do desfile veio do Concurso de Moda Inclusiva, que acontece há dois anos em São Paulo, promovido pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Segundo a chefe do Cerimonial da Presidência do Senado Federal e coordenadora do programa Senado Inclusivo, Mônica de Araújo, estão vindo para a capital os looks ganhadores do concurso e alguns outros, que estão sendo criados especialmente para a data. “Queremos chamar a atenção da sociedade, mostrar que atitudes simples, como a produção de roupas adaptadas, podem colaborar não só com a inclusão, mas também no resgate da autoestima das pessoas com deficiência”, declara Mônica.
“No dia a dia, não conseguimos imaginar, mas vestir uma criança com paralisia cerebral pode levar quase uma hora sem a roupa adequada”, conta a estilista Leny Pereira, que acaba de lançar uma marca de moda inclusiva. Ela explica que foram cinco anos de estudos e observações até chegar aos modelos que permitem, por exemplo, que uma pessoa com deficiência consiga se vestir sozinha ou, em alguns casos, em menos tempo e com mais facilidade. Leny lembra ainda que a moda inclusiva vale até para casos em que a deficiência é temporária, como no caso de uma perna ou um braço quebrado.
Entre os looks que serão apresentados estão um casaco para deficientes visuais com tachinhas e costuras que demarcam as cores, vestido com bordados e costuras em relevos para crianças que não enxergam e calças com zíper nas laterais, adaptadas para cadeirantes.
A passarela também será adaptada para os modelos cadeirantes, com rampas de acesso e largura suficiente para que deficientes visuais possam entrar com cães-guias. A produção promete não ficar atrás de nenhum desfile do País. Segundo conta Mônica de Araújo, o Salão Negro receberá painéis de luzes LED, sonorização, passarela e tudo que uma apresentação fashion tem direito. “Queremos realmente criar o clima perfeito. Tudo está sendo preparado especialmente para esta noite”, ressalta a coordenadora.
Entre os destaques na passarela, o ex-jogador de futebol e deputado federal eleito, Romário de Souza Faria, vai desfilar com a filha Ivy. Os comentários estão sob responsabilidade da estilista Daniela Auler, coordenadora do Concurso de Moda Inclusiva, da Secretaria do Estado de São Paulo dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
O desfile será realizado na abertura do evento, no dia 7 de dezembro, no Salão Negro do Congresso, a partir das 19 horas. A entrada é gratuita, sujeita à lotação.

Destaques da programação – VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência
A abertura da Semana, no dia 7, será com as obras do renomado artista sergipano, Arthur Bispo do Rosário, com o tema “Obraviva – Sonho e Realidade”.
No segundo dia de atividades, haverá a abertura do VI Fórum Senado Debate Brasil com o tema “Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência nos Planos Nacional e Internacional”. Em seguida, o capitão Nelson Leoni faz palestra sobre o livro “Haiti: uma lição de vida”. O militar, já aposentado devido a um grave acidente ocorrido durante a Missão de Paz do Brasil no Haiti, conta como sobreviveu a um tiro de fuzil.
No último dia, a agenda fica por conta dos balanços e conclusões obtidas durante o VI Fórum Senado Debate Brasil com apresentação dos atletas do Comitê Paraolímpico Brasileiro e com show das bandas “Toque Especial” e “Tribo de Jah”. 
Todos os eventos têm entrada gratuita, sujeita à lotação.

Confira abaixo a programação completa:

7 de dezembro – 3ª feira
14h – Sessão Solene de Abertura da VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência.
Local: Plenário do Senado Federal
18h – Abertura da Exposição “Obraviva – Sonho e Realidade”, do artista plástico Arthur Bispo do Rosário.
Local: Salão Branco do Congresso Nacional
19h – Desfile de Moda Inclusiva.
Local: Salão Negro do Congresso Nacional

8 de dezembro – 4ª feira
9h às 18h – VI Fórum Senado Debate Brasil “Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência nos Planos Nacional e Internacional”.
Local: Auditório do Interlegis
Local: Salão Negro do Congresso Nacional
15h – Apresentação das peças “Cabrocha” e “Elvis Presley”, do Grupo “Eu Danço”
16h – Palestra “Haiti: uma lição de vida”, com o capitão Nelson Dias Leoni – militar ferido na Missão de Paz do Brasil no Haiti.
17h – Apresentação da Banda “Soul Washing Machine”, de Rodrigo Han
17h30 – Palestra “Universo Perfeito e Não Perfeito”, de Andrea Schwarz e Jaques Haber, consultores em Inclusão de Pessoas com Deficiência no Mercado de Trabalho.
Coquetel e autógrafos dos livros – distribuição gratuita.

9 de dezembro – 5ª feira
9h às 18h – VI Fórum Senado Debate Brasil “Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência nos Planos Nacional e Internacional”.
Local: Auditório do Interlegis
Local: Salão Negro do Congresso Nacional
15h – Apresentação dos atletas do Comitê Paraolímpico Brasileiro.
16h – Apresentação da Banda “Toque Especial”.
19h – Apresentação da Banda “Tribo de Jah”.

Informações para a imprensa
RP1 Comunicação Brasília
Amanda Viviele – amandaviviele@rp1.com.br
Maria Luiza Albuquerque – mariaalbuquerque@rp1.com.br
Regina Trindade – reginatrindade@rp1.com.br
Tel.: 61 3328 5687 / 3328 0665 / 9115 5980 / 9114 7960